Mãe

Em 07.05.2011   Arquivado em Textos

O ser humano é mesmo estranho, mas mãe ultrapassa todos os limites. Pensem comigo, são nove meses de espera, carregando aquele peso todo na barriga, tendo desejos esquisitos, enjoando tudo e todos e ainda assim é capaz de amar a causa de tantos problemas antes mesmo de conhecê-la.

Depois de tanta espera, vem choro, noites sem dormir, gastos absurdos, reuniões de pais e mestres,apresentações escolares, balé, teatro, jogos de futebol, desespero em salas de espera de hospitais, birras e brigas e finalmente eles crescem. Fim de problema e preocupação. Ah, é aí que você se engana!

Nem depois de adultos, formados, empregados, casados, com casa própria os filhos deixam de ser filhos, porque mãe nunca deixa de ser mãe. Ela vai continuar opinando, reclamando, criticando e ajudando mesmo quando não é chamada. E vai chegar uma hora em que ela vai te pedir netos para martar a saudade de crianças correndo pela casa, mas na verdade, ela só quer que você sinta a emoção de ser mãe e se tornar mais uma estranha no mundo.

Parabéns para todas as mamães lindas e maravilhosas 🙂