Categoria "Séries"

O dia em que me apaixonei por Matthew Crawley

Em 04.10.2015   Arquivado em Séries

stick

Vocês já devem saber que nasci no século errado, que sou completamente apaixonada por tudo que seja “de época”, sejam as roupas maravilhosas, a arquitetura, os utensílios ou os costumes em si. Parece que eu saí diretamente de um livro da Jane Austen.

Pois bem, um belo dia eu decidi que começaria a ver Downton Abbey por motivos de: tem tudo que eu gosto. Gente bonita, cenários e figurinos maravilhosos, sotaque britânico, tudo ambientado lá no século XX. Mas daí eu achei chato. Muito chato. Então deixei pra lá. Até que tentei de novo um bom tempo depois quando começou a passar na Tv Cultura e adivinhem? Dormi. Vocês já ouviram essa história antes, né? Então já devem imaginar o final. Downton Abbey me pegou da mesma forma que Doctor Who, graças a minha insistência.

E apesar de a série ser incrível (e eu estar completamente viciada e já sofrendo antecipadamente pelo seu fim), não é sobre ela que eu venho falar. Não diretamente sobre ela. Hoje é um dia para falar de amor. Um dia para falar da ocasião em que me vi perdidamente apaixonada por Matthew Crawley.

Não sei dizer exatamente quando aconteceu, mas aposto todas as minhas fichas em um amor à primeira vista.

A pessoa que vos fala já viu (e vê) muitas séries e se apaixona muito rápido também, mas ninguém nunca havia conquistado seu amor, respeito, admiração e coração com tanta intensidade. Matthew Crawley é o amor da minha vida. (Desculpa Mr. Darcy, Benedict e Bruno) Nunca na história das séries um amor foi tão verdadeiro e intenso como o meu e de Matthew. Nem mesmo com Neal Caffrey ou Finn Nelson ou Chandler Bing.

Mathew Crawley é um verdadeiro gentleman. Honrado, humilde, preocupado, educado, carinhoso, paciente, inteligente e dono de um coração gigantesco. Sem falar de sua visão adiante de seu tempo. E eu poderia passar horas falando de todas as qualidades desse homem que é exemplo de pessoa, filho, marido e herdeiro. O único defeito de Matthew talvez seja amar tanto uma mulher que não lhe merece quando eu estou à sua inteira disposição.

tumblr_myuikcgkCY1qcm0m3o1_500

Eu nunca tinha visto um mocinho tão bem construído, de verdade. Geralmente eu sou do time dos vilões, porque mocinhos são chatos e previsíveis, mas não Matthew Crawley. E nem estamos falando aqui de beleza física, exterior. Estamos falando de qualidades realmente admiráveis em um homem, principalmente no século XX. Não é a toa que ninguém resiste a seus encantos. Não é a toa que ele conquista a admiração e amor de todos em uma cidade (e casa) onde ele é um recém chegado.

Matthew é filho único e a relação com sua mãe é invejável. Além de cuidadoso e preocupado, ele é verdadeiro e sincero com ela, não há segredos e sim uma enorme confiança. Aliás, essa é a relação que Matthew faz questão de manter com qualquer mulher que ele venha a amar. A amizade dele com Branson (não vou explicar quem é Branson que é pra não correr o risco de dar spoiler) é a coisa mais linda da vida! São poucas cenas do brotp, mas que me fazem querer colocar os dois num potinho e amar e cuida para todo sempre!!

"If we're mad enough to take on the Crawley girls, we have to stick together"

“If we’re mad enough to take on the Crawley girls, we have to stick together”

Matthew não precisa ser apelativo para ser encantador. É um personagem que apaixona pelos pequenos detalhes, pelos diálogos, pelos sorrisos cúmplices trocados, pela preocupação verdadeira com tudo e todos, sejam eles patrões ou empregados.  Um personagem que deixa sua marca em cada cena, cada diálogo, em cada pessoa com quem contracena. Matthew Crawley é aquela pessoa de quem você gosta de ficar perto, porque traz a tona a sua melhor parte.

“I have to take one thing for granted. That I will love you until the last breath leaves my body”

E se você ainda não está convencida (qual o seu problema???) ainda tem mais: o cara canta!

Imagem de Amostra do You Tube
Alguém mais chorando? Não? Eu tô.

info

Na vida, eu sou Mônica Geller

Em 24.09.2015   Arquivado em Pessoal, Séries

gif

(Esse post pode conter spoliers)

Antes de assistir a Friends na ordem, episódio por episódio, eu achava a Mônica extremamente chata. Confesso que foi difícil pra mim aceitar as semelhanças. Hoje vejo o quão incrível a personagem é. Dez temporadas depois eu não poderia estar mais feliz com o fato de que, na vida, eu sou Mônica Geller.

#1 A mania de limpeza e organização

Captura de tela 2015-09-19 12.09.33

Não é preciso passar muito tempo comigo para perceber o quão chata eu sou com pequenas coisas. Quadros tortos, escadinha de livros na estante, pia cheia de louça, casa bagunçada. Sabe aquela cena em que Mônica não consegue dormir pensando no sapato que ficou jogado na sala? Sou eu!!! Eu saio limpando tudo, colocando tudo no seu devido lugar, deixando tudo visivelmente bonito e organizado. O tempo todo. Até os copos da cozinha eu arrumo sempre que vou beber água. Chega a ser insuportável (como a Mônica também é algumas vezes), mas faz parte de nós e já aprendi a aceitar.

#2 A anfitriã

anfitriã

Lá pela segunda temporada, Mônica e Rachel perdem uma aposta e acabam mudando para o apartamento de Chandler e Joey. Um apartamento menor, sem espaço para dar festas e jantares de ação de graças. Mônica fica louca com a ideia de não ser mais a anfitriã e, Mônica, eu lhe entendo. Porque sempre que os amigos precisam se reunir, seja pra comemorar alguma coisa, fazer um trabalho da faculdade, ver um filme ou simplesmente jogar conversa fora é pra casa de quem que todo mundo vai? Isso mesmo. E eu adoro. Receber meus amigos na minha casa está entre as coisas que mais dou valor na vida.

#3 A altruísta e a “mãezona” do grupo

Captura de tela 2015-09-19 12.02.40

Ao longo de dez temporadas fica claro que Mônica está sempre colocando seus amigos em primeiro lugar. Sempre disposta a ajudar, não importa qual seja o problema. Deixa a amiga que sumiu da sua vida morar em sua casa e dá a ela todo o suporte necessário e depois, deixa essa mesma amiga colocar na filha dela o nome que, desde os 14 anos, já estava guardado para sua própria filha. Às vezes sinto vontade de ser mais egoísta, mas a verdade é que raramente consigo. Estou (quase) sempre pensando nos outros antes de mim. Fica a critério de vocês decidir se isso é um defeito ou uma qualidade, eu ainda não tenho um veredicto.

E o que falar de alguém que está sempre ali oferecendo um ombro amigo, um bom conselho ou até mesmo dando a maior (mas necessária) bronca? O instinto materno está em Mônica, está em mim!

#4 A relação com o irmão e os pais

Captura de tela 2015-09-19 11.54.40

Eu fico assustada com tamanha semelhança entre a relação de Mônica e Ross e a minha com meu irmão. O companheirismo em meio as brincadeiras e provocações, a forma como um sempre recorre ao outro nas dificuldades e dúvidas, a maneira como os amigos de um se misturaram aos amigos do outro e acabaram por se tornar um só grupo. Assim como Mônica, cresci com a ideia de que havia certo favoritismo por parte dos meus pais em relação ao meu irmão, mas no final, nós duas entendemos que somos e sempre fomos, muito amadas por eles.

#5 O jeito controlador da “senhora dona da razão” 

Captura de tela 2015-09-17 22.16.02

Mônica é metódica, gosta das suas coisas organizadas e no horário. E Mônica nunca está errada. Assim como eu que, mesmo estando errada, continuo estando certa. E é importante esclarecer isso para as pessoas do nosso convívio.

#6 O sonho do casamento e da maternidade

PicMonkey Collage

Se tem uma coisa que eu tenho certeza na minha vida essa coisa é de que quero ser mãe. E sinto tamanha ansiedade em relação a isso que não acho que seja saudável. Algo parecido acontece com o casamento. A ideia de ter alguém que me ame e que eu ame do meu lado, pra me ajudar a enfrentar os dias e constituir uma família me parece uma das coisas mais lindas da vida.

#7 O relacionamento a distância

relacionamento a distância

Tanto Mônica como eu sabemos o significado da saudade, o quão é difícil manter um relacionamento à distância e ambas conseguimos enfrentar esse obstáculo direitinho, por entendermos (e por termos companheiros que também entendem) a necessidade e a importância de se viver nessa situação.

#8 O casamento com o melhor amigo (e a crush em Chandler Bing que nunca passa)

casamento

Apesar do item seis eu ainda não estou casada. Mas me vejo apaixonada pelo meu melhor amigo e em um relacionamento com ele há cinco anos e não há coisa melhor. Assim como Chandler e Mônica estavam destinados a ficarem juntos desde os primeiros episódios (vide a forma como eles sentavam lado a lado e abraçavam e consolavam um ao outro e tinham conversas sobre um possível relacionamento caso chegassem aos 40 anos solteiros), eu e Bruno também. A história é longa e não vou contar aqui, mas acreditem quando eu digo que esse tal de destino já vem tentando nos unir faz tempo.

Da série quotes da minha vida:

“you make me happier than i ever thought i could be and, if you let me, i’ll spend the rest of my life trying to make you feel the same way.”

E sobre a crush em Chandler: como não se apaixonar por Chandler Bing e todo seu senso de humor e ironia, seu jeito meio bobão de ser, seu enorme coração e suas gravatas inusitadas? E se nada disso lhe convencer do meu ponto de vista, lhe desafio a vê-lo falando de Mônica e não cair de amores.

gif1gif1gif1

Na vida, eu sou Mônica Geller. Tenho o meu Chandler, meu Ross, e até um casal de amigos que parece ter tomado a relação de Rachel e Ross como modelo. Tenho um melhor amigo que, às vezes, é meio Joey e uma parte de mim que, vez ou outra, insiste em ser meio Phoebe. E é por esses e outros motivos que Friends foi eleita a melhor série de todos os tempos por uma galerinha lá de Hollywood. Não tem como discordar.

Séries | Tv Show – o melhor meme sobre séries!!

Em 24.08.2015   Arquivado em Séries

PicMonkey Collage

Eu vi esse meme/tag/perguntas maravilhosas sobre séries no blog da Kaka e tive que vir correndo responder pois muita empolgação, migos!! O meme foi criado pela Ana (obrigada, Ana, por essa maravilha, virei sua fã) e consiste em surtar e dar ataques de fangirl sobre as séries preferidas.

#10 Miss it | 3 séries que já acabaram e você sente saudade
Tem um post inteirinho sobre a dor que foi me despedir de White Collar e Neal Caffrey. Nunca superei. Tem um sobre o fim de My Mad Fat Diary também, porque eu precisava dividir a dor para ver se ficava mais fácil. Não ficou. De vez em quando bate uma vontade de rever Gossip Girl, simplesmente porque era divertido. Foi uma das primeiras séries que comecei a ver, lá quando eu me identificava perfeitamente com todo aquele universo de colegial (só que sem todo o luxo e as roupas maravilhosas né)

#9 Best Scenes | 3 cenas marcantes
Muito difícil escolher somente três, e mais difícil ainda não colocar todas três de Doctor Who. Foi com muita dor no coração que escolhi apenas uma cena de cada uma das minhas três séries preferidas.

A cena do museu em que Van Gogh descobre o quanto ele é querido e admirado
Imagem de Amostra do You Tube
Esse episódio é maravilhoso. De verdade. E se você tem receio de começar a ver Doctor Who, então você deve começar por Vincent and the Doctor e fazer um teste. Certeza de que não vai se arrepender.

O discurso de padrinho do Sherlock

Eu não tenho nem palavras para descrever o quanto eu amo essa cena e esse discurso. Sempre volto para rever, já sei praticamente de cor. Sherlock the best best man.
(sugiro que procurem essa cena legendada, porque entender o inglês do Benedict não é fácil hahaha)

O pedido de casamento de Mônica e Chandler
Imagem de Amostra do You Tube
Friends é uma série cheia de momentos marcantes e cenas incríveis, mas eu tinha que colocar a cena em que meu otp lindo pede um ao outro em casamento.

#8 Best cast | Elenco favorito

cast


Friends
. Não há o que discutir. Mas se ainda assim vocês quiserem falar sobre Jenifer Aniston ter convidado Lisa Kudrow e Courteney Cox para o casamento dela esses dias, sendo Court a madrinha, tudo bem, podemos falar.

#7 Comfort Show | Sua série conforto
Sherlock
, porque sempre que eu tô na bad, na tpm pesada que me deixa insuportável, é essa a série que consegue me acalmar e trazer alegria pra minha vida. Um episódio em especial, com a cena já mostrada lá em cima. E o que falar de Londres e do famoso 221B na Baker Street? Minha primeira parada em Londres.  Mas no momento, Friends tem sido minha série conforto, já que o auge do meu dia é chegar da faculdade e assistir a alguns episódios antes de dormir. Quando ligo a tv e Mônica abre a porta do apartamento pra mim, eu me sinto em casa, totalmente parte do grupo.

#6 I quit | Uma série que desistiu
Game of Thrones
. Não sei por quanto tempo nem o porquê, mas por enquanto, GoT tá bonitinha na geladeira.

#5 Geladeira | A próxima série que quero ver é…
ER.
Porque estou devendo isso a Denise.

#4 Quote on repeat | Um quote que nunca esqueceu
(melhor pergunta!!)
Imagem de Amostra do You Tube

We all change, when you think about it. We’re all different people all through our lives, and that’s okay, that’s good, you gotta keep moving so long as you remeber all the people that that you used to be. I will not forget one line of this, not one day, I swer. I’ll always remember when the Doctor was me.

Tradução: Todos nós mudamos, quando pensamos nisso. Somos pessoas diferentes ao longo da nossa vida. E está bem, isso é bom. Você deve continuar seguindo, desde que se lembre da pessoa que costumava ser. E não esquecerei uma linha disso, nenhum dia, eu juro. Eu sempre lembrarei quando o Doctor era eu.

#3 Ship It | 3 ships para nunca superar

Mondler-Forever-GIFs-3-monica-and-chandler-34099435-500-238


Mondler:
quase certeza de que a Mônica foi baseada em mim (ou eu nela, porque ela veio um ano antes), porque gente, muito igual. E Chandler é o amor da minha vida. Mondler é que nem aquela música do Engenheiros, feitos um pro outro, feitos pra durar. E ao assistir Friends já sabendo que eles ficam juntos no fim torna tudo ainda mais lindo, porque fica óbvio que eles foram mesmo feitos um pro outro!!!

darvey

Darvey: maior sofrimento da minha vida nos últimos meses! Mas continuamos na luta para que Harvey finalmente assuma seus reais sentimentos pela Donna que já cansou de repetir que ama o moço. E eu não sei com qual dos dois eu casaria primeiro. De verdade.

tenrose

Tenrose: se você faz parte daquele grupo estranho que não shippa Rose Tyler e o Tenth Doctor por favor se retire desse blog agora mesmo, obrigada. Eu ia citar Amy e Rory por motivos de meu casal, mas tenrose é maior que a vida. “Rose Tyler, I…”

#2 Best Characters | 3 personagens icônicos
Chandler Bing
: eterno amor da minha vida, por quem eu só me apaixono ainda mais a cada episódio assistido (e re-assistido)

Doctor: todos eles, em especial Ten e Eleven, meus dois nenéns. O Doctor é um personagem carismático, divertido, inteligente e que conquista a todos, não importa qual cara ele tenha.

Peggy Carter: olha essa mocinha maravilhosa ganhando espaço aqui. Desde que comecei a ver Agent Carter, minha admiração pela personagem (e pela atriz) só cresceu. Se tem alguém que eu queria ser, esse alguém é a namoradinha do Capitão América, por motivos bem óbvios.

#1 Watching It | 3 séries do momento
Suits:
parei com Suits por um tempo e voltei há alguns meses só pra ver meu otp parado no mesmo lugar. Mas vida que segue, com o coração na mão a cada semana.

Friends: finalmente maratonando Friends na ordem certinha e fazendo uso do box lindão com as dez temporadas que meu namorado me deu de presente 1 ano atrás. Estou terminando a terceira temporada e já sofrendo antecipadamente pelo fim. Enviem forças!

Minhas séries estão todas em hiatus, com exceção de Suits, então estou acompanhando só essas duas mesmo. Um momento inédito na minha vida em que só estou acompanhando duas séries!! Mas em menos de 1 mês o Doctor está de volta e eu não consigo conter a ansiedade!

phoebe despedida

Página 5 de 131 ...123456789... 13Próximo